A mania dos adultos não ouvirem o que as crianças lhes estão a dizer

Todos os profissionais cometem erros, desde os que estão em início de carreiras, aos que já estão em piloto automático. Dos erros corriqueiros sem nenhum impacto, a erros de maior gravidade. Os terapeutas, nomeadamente psicomotricistas, não são excepção. Hoje venho falar-vos de um erro meu. Tudo começou quando há uns meses fui contactada por um…

Então mas o psicomotricista trabalha com quem?

“Mas tu trabalhas com crianças ditas normais? Achava que isso era só para quem tinha deficiência!” “Trabalhas com velhinhos? Mas isso não era para crianças?” “Com adultos? Mau, a outra que eu conheci da tua área trabalhava num lar!” “Como assim trabalhas com crianças com deficiência? Achava que isso era outra profissão!” “Assim nunca hão…

Tem um cromossoma a mais, e daí?

Certo dia estava a passar na rua com uns amigos quando uma menina com trissomia 21 passou por nós, de mão dada com a mãe, presumo eu. “Ai, coitada. O que vai ser daquela criança?” Nisto, a menina ia-se aproximando de uma placa que continha algumas informações escritas. “Ai, pobrezinha, nem se apercebe que aquilo…

Tem certeza que a letra é o mais importante?

Não é que eu não goste de reuniões com professores, encaro como uma parte natural do meu trabalho, não tão divertida como as sessões com as crianças, claro. É que efetivamente existem reuniões com professores formidáveis, onde conhecemos profissionais extraordinários e que estão prontos para ver mais além do que a sala de aula. Depois,…

Porque é que temos de falar do dia das mulheres às nossas crianças!

Celebra-se hoje mais um dia internacional da mulher e a verdade é que, com tantos dias para comemorar, com o passar do carnaval e com o aproximar da Páscoa, somando ao dia dos namorados, torna-se difícil conseguir discernir entre o que vale a pena explicar e celebrar com as nossas crianças e os dias que devem…

Parentalidade na PHDA

Por motivos de investigação, foi-me pedido que realizasse um levantamento da literatura científica que existia sobre a parentalidade na perturbação da hiperatividade e défice de atenção. Muito obediente, lá fui aos motores de busca académicos mais conhecidos e comecei a ler o que já existia sobre este tema. Aos poucos fui ficando cada vez mais…